Mato Grosso, Segunda-Feira, 13 de Julho de 2020     
Comitê Acompanhamento COVID

Faculdade Indígena Intercultural

Projetos (Mapa da página | Voltar)

CIRANDA DE MULHERES INDÍGENAS: EDUCAÇÃO, SAÚDE E MOVIMENTO INDÍGENA

Coordenadora:  Waldinéia Antunes de Alcântara Ferreira.

Equipe: Mônica Cidele da Cruz e Lori Hack de Jesus.

Resumo:  O projeto Ciranda de Mulheres Indígenas: Educação, Saúde e Movimento Indígena será um espaço de diálogos e produções reflexivas sobre o lugar da mulher na sociedade indígena e na sociedade de entorno. Trata-se de um corte de gênero na possibilidade de dialogar sobre educação, movimento indígena e saúde dentro da perspectiva feminina. As mulheres indígenas têm ocupado lugares de liderança, sendo assim, é importante compreender e aprender sobre os processos históricos das mulheres dentro das suas etnias e aldeias, entender sobre as transformações contemporâneas diante da tradição, dos costumes, das histórias, da produção econômica e mesmo do uso dos espaços na aldeia. Nesse sentido, a ciranda das mulheres indígenas contemplará situações que serão dialogadas em diferentes realidades étnicas, consubstanciadas e articuladas com a discussão de gênero. Pode-se dizer que as mulheres indígenas têm ampliado sua participação na luta em defesa dos direitos dos povos indígenas, tem participado em diferentes conselhos da educação, da saúde e ainda tem ocupado lugar na interlocução dentro das suas aldeias, em organizações indígenas e nos movimentos indígenas como um todo. No entanto, a participação das mulheres indígenas na luta pelos direitos sociais e políticos é algo recente, e se traduz num movimento que as retira da invisibilidade e do silenciamento.

 

Rede Social


Copyright 2020 - Universidade do Estado de Mato Grosso
Av. Tancredo Neves, 1095 - Cavalhada III
78217-900 - Cáceres - Mato Grosso
PABX +55 (65) 3221-0000