Mato Grosso, Segunda-Feira, 13 de Julho de 2020     
Comitê Acompanhamento COVID

Faculdade Indígena Intercultural

Eventos (Mapa da página | Voltar)

I Congresso de Línguas Indígenas de Mato Grosso

     Em todo o Mato Grosso estão distribuídos, oficialmente, cerca de 38 diferentes povos indígenas, falando em torno de 34 línguas não aparentadas geneticamente e há indícios de outras 9 etnias não contatadas. No entanto, apesar de apresentar toda essa diversidade étnica e linguística, em Mato Grosso, grande parte desses povos, com suas línguas ancestrais, estão constantemente ameaçados e correm sério risco de extinção. Diante disso, propusemos o I Congresso de Línguas Indígenas de Mato Grosso, por entendermos que este pode ser um espaço de diálogo, discussão e reflexão sobre a situação sociolinguística dos indígenas do estado. Portanto, a realização da I Congresso de Línguas Indígenas do Mato Grosso foi um espaço científico que proporcionou o diálogo com diversos linguistas que pesquisam as línguas indígenas do Estado e com os próprios indígenas. Também contribuiu para iniciativas de documentação e o registro de línguas indígenas que ainda não foram documentadas, como por exemplo, língua nambikwara e cinta larga, discussões sobre a alfabetização em línguas indígenas, com apresentação de experiências pelos próprios professores indígenas, produção e publicação de 30 artigos sobre as temáticas do evento, formação de um grupo de pesquisa, envolvendo linguistas e indígenas e a realização de encontros para discussão e normatização da grafia de algumas línguas, como por exemplo, Paresi e Chiquitano.

Palavras-chaveLínguas Indígenas, Políticas Linguísticas, Mato Grosso


     O I CONGRESSO DE LÍNGUAS INDÍGENAS DE MATO GROSSO reuniu 219 participantes e contou com 03 conferências , proferidas por pesquisadores da Universidade do Rio de Janeiro, Unicamp, Universidade Federal de Goiás e Unemat. Foram realizadas três mesas redondas, com discussões acerca das pesquisas sobre as línguas indígenas em Mato Grosso, alfabetização em línguas indígenas e políticas linguísticas. O evento também contou com cinco minicursos, sendo eles em: Iniciação à fonética e fonologia; Iniciação à morfologia; Coleta de dados, constituição de corpora e utilização do Elan; Alfabetização em língua indígena e Políticas Linguísticas e políticas públicas. E, ainda, três GTs sobre Descrição e documentação de línguas indígenas, políticas linguísticas e alfabetização em línguas indígenas. Além dessas atividades, paralelo aos três dias do evento, houve apresentações culturais, feira de artesanato, culinária, pintura corporal, entre outros.

     O evento reuniu alunos da graduação, pós-graduação da Unemat e outras IES, professores da educação básica, pesquisadores da área, egressos da Faculdade Indígena Intercultural e acadêmicos dos cursos de Licenciatura Intercultural Indígena e Pedagogia Intercultural. Vale destacar que o evento recebeu participantes de vários estados do país, como São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Pará e Paraná, Tivemos, também, a participação da comunidade e alunos de escolas básicas do município.

relatorio_do_evento.pdf

Rede Social


Copyright 2020 - Universidade do Estado de Mato Grosso
Av. Tancredo Neves, 1095 - Cavalhada III
78217-900 - Cáceres - Mato Grosso
PABX +55 (65) 3221-0000