Mato Grosso, Sábado, 16 de Janeiro de 2021     
Comitê Acompanhamento COVID

Faculdade Indígena Intercultural

Eventos (Mapa da página | Voltar)

II Congresso de Línguas Indígenas de Mato Grosso

     Com a realização do II CONGRESSO DE LÍNGUAS INDÍGENAS DE MATO GROSSO demos continuidade às discussões e implementação de políticas linguísticas que vão ao encontro das necessidades dos povos indígenas de Mato Grosso no que se refere ao fortalecimento da escola indígena e à valorização e manutenção das línguas indígenas aqui faladas. O Congresso contribuiu, também, para o fortalecimento dos grupos de pesquisa nas áreas de linguagem e educação, em articulação com os programas de Pós-graduação em Linguística da Universidade do Estado de Mato Grosso – UNEMAT, da Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT e outras IES participantes; proporcionou a socialização de projetos de pesquisa voltados para documentação, descrição e análise de línguas indígenas, envolvendo os acadêmicos indígenas da UNEMAT e pesquisadores linguistas, trabalhos pedagógicos sobre alfabetização na língua materna em escolas indígenas e questões sobre políticas linguísticas e políticas públicas na área de Educação escolar Indígena.

Palavras-chaveLínguas Indígenas, Políticas Linguísticas, Documentação, Alfabetização, Mato Grosso


     O II CONGRESSO DE LÍNGUAS INDÍGENAS DE MATO GROSSO proporcionou a continuidade das discussões e implementação de políticas linguísticas que vão ao encontro das necessidades dos povos indígenas de Mato Grosso no que se refere ao fortalecimento da escola indígena e à valorização e manutenção das línguas indígenas do estado. Contribuiu, também, para o fortalecimento dos grupos de pesquisa nas áreas de linguagem e educação, em articulação com os programas de Pós-graduação em Linguística da Universidade do Estado de Mato Grosso – UNEMAT, da Universidade Federal de Mato Grosso – UFMT e outras IES participantes. Neste evento foram socializados resultados de projetos desenvolvidos após a realização do I Congresso, como por exemplo, o estudo da língua nambikwara, entre outros. Participaram, nesta edição, pesquisadores da UNB, UNICAMP, UFPA, UFPE com conferências e mesas redondas discutindo temas sobre descrição e documentação de línguas indígenas, políticas linguísticas, alfabetização em línguas indígenas, além de outras questões. Durante os três dias de evento, foram realizados minicursos nas áreas de fonologia, morfologia, alfabetização na língua materna, pesquisa de campo e coleta de dados, políticas linguísticas e políticas públicas, além de uma oficina de produção de cartoneras, que é a confecção manual de livros, sobre narrativas indígenas, utilizando-se de papelão. Houve, também, GTs, discutindo as três temáticas centrais do Congresso: Descrição e Documentação de línguas indígenas, Políticas linguísticas e Alfabetização em língua materna, com apresentação de 36 trabalhos, a maioria por indígenas. Além disso, tivemos, durante os três dias de evento, a Feira Cultural, com vendas de artesanatos, apresentações de danças e pintura corporal.

     O II Congresso de Línguas Indígenas de Mato Grosso deu continuidade às discussões e estudos à situação das línguas indígenas do estado, iniciadas na primeira edição do evento, em parceria com os professores indígenas, com a Faculdade Indígena Intercultural e com a Pós-Graduação em Linguística da UNEMAT, UFMT e outras IES. Favorecer a formação de Grupos de Pesquisa que estudam as línguas indígenas dos povos que habitam Mato Grosso, assim como, fortalecer aqueles existentes. Proporcionou a socialização de resultados de pesquisas (concluídas e em andamento), desenvolvidas nos cursos de graduação e nos programas de pós-graduação em linguística e educação da UNEMAT, UFMT e outras IES parceiras. Fortaleceu as discussões no que se refere à implementação e implantação de políticas linguísticas voltadas para a valorização e fortalecimento das línguas nativas, ressaltando-se a pluralidade linguística do nosso Estado, considerando a necessidade de documentação e descrição dessas línguas.(Exemplos disso é a realização do próprio Congresso, projetos de pesquisa em andamento. Criação da linha de pesquisa em descrição e documentação de línguas, no Programa de Pós-graduação em Linguística da Unemat, com aprovação, inclusive, de dois indígenas Juruna, em nível de mestrado, no último edital); continuidade das discussões em relação a construção de um Atlas linguístico das línguas indígenas de Mato Grosso, em parcerias com outras IES e a divulgação e publicização das discussões e trabalhos apresentados no evento.

relatorio_do_evento.pdf

 

Rede Social


Copyright 2021 - Universidade do Estado de Mato Grosso
Av. Tancredo Neves, 1095 - Cavalhada III
78217-900 - Cáceres - Mato Grosso
PABX +55 (65) 3221-0000