Mato Grosso, Quinta-Feira, 23 de Novembro de 2017     

Planejamento Estratégico Participativo

Documento Final - PDI 2017-2021 (Mapa da página | Voltar)

A Universidade do Estado de Mato Grosso – UNEMAT – foi criada pela lei municipal, em 1978, transformando-se em Universidade em 1993. Frutos do cumprimento do seu caráter filosófico de ser “uma instituição de ensino superior do interior para o interior”, aos poucos se transformou em uma instituição multicâmpus, seja criando novos câmpus ou absorvendo outras instituições educacionais existentes em diferentes regiões, fazendo-se presente em regiões desassistidas de ensino superior. Passados 39 anos, a Universidade do Estado de Mato Grosso avançou no delineamento de sua estrutura multicâmpus, tendo seu processo de recredenciamento realizado pelo Conselho Estadual de Educação (CEE) em 2012 mediante a Portaria nº 002/2012-GAB/CEE/MT por (06) seis anos.

Lembramos que o último Plano de Desenvolvimento Institucional (PDI) elaborado pela Unemat foi escrito em 2007, agora, 10 anos depois, apresentamos o PDI para o período de 2017-2021, certos de que esse planejamento sofrerá mudanças e adequações dado justamente a essa peculiaridade. Apesar desta constatação, planejar é fundamental para nos conhecer, saber onde queremos chegar e como queremos chegar. 

Porém, é necessário ressaltar o quanto a Unemat, nesses últimos, cresceu, expandiu a oferta de cursos e vagas, bem como de bolsas de ensino, pesquisa e extensão para alunos e professores, apesar das imensas dificuldades orçamentárias e financeiras. Nesse sentido, destacam-se:  a realização do II Congresso Universitário, a aprovação do novo Estatuto, a autorização para a realização de concursos para preenchimento de vagas de técnicos administrativos e docentes em 2012/2013. Foram criados mais nove cursos de graduação em diversos câmpus, dentre eles os de engenharia e medicina, bem como ampliamos substancialmente a oferta de cursos na modalidade EAD, atendendo ainda mais os cidadãos mato-grossenses distantes da condição do ensino presencial. Também crescemos na oferta de turmas especiais que se espacializaram por todo o interior do Estado. Dessa forma, o número de vagas oferecidas no processo seletivo elevou-se, passando de 1.800 em 2008, para 2.380 em 2017.

Também, com deliberação do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Conepe), em 2012 aderimos ao ingresso pelo Sistema de Seleção Unificada (SISU) a partir do 1º semestre de 2013, mas mantivemos o seletivo tradicional por entendermos a realidade de Mato Grosso e do Brasil, em que há uma demanda reprimida de cidadãos com mais de 25 anos que ainda não acessaram o ensino superior. Entre 2010 e 2014, a UNEMAT reviu o projeto político-pedagógico de todos os cursos, promovendo sua horizontalização, essencial para modernização e flexibilização dos currículos; ao par disso, a normatização acadêmica passou diversas vezes pelo Conepe, como também demos início ao processo de informatização da graduação.

Os alunos da UNEMAT foram inseridos em programas de mobilidade, através do Programa Federal Ciência Sem Fronteiras, como também passaram a receber seguro de vida e outras tantas modalidades de bolsas foram criadas, totalizando hoje 1.533 bolsas ofertadas com recursos da Unemat e de agências de fomento como Fundação de Amparo à Pesquisa de Mato Grosso (Fapemat), Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes). Na ausência do restaurante universitário e de moradia, foram implantados os auxílios alimentação e moradia. Foram criados diversos programas de pós-graduação resultante do grande investimento em qualificação dos quadros de servidores, chegando a um quadro de qualificados considerado bom, pois chegamos em 2017 a 50% de doutores do total do quadro efetivo docente, bem como a 35% de docentes mestres. Assim, em 2008 tínhamos 02 (dois) cursos stricto sensu o que ampliou para 23 em 2017 entre mestrados e doutorados, seja, eles institucionais ou em redes e parcerias. Decorre disto o crescimento aviltante de projetos de Pesquisa, de Extensão e de Ensino, como também o número de publicações científicas na Universidade. Assim sendo, a Jornada Científica cresceu exemplarmente, chegando em 2017, a mais de 1.000 inscritos. Com isso, a Unemat também aumentou sua capacidade de captação de recursos em agências de fomento externos, sejam elas da Fapemat, da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Razão pela qual no ano de 2017, temos 17 obras em execução, melhorando a infraestrutura física nos diversos câmpus.   

Os projetos e as atividades de extensão realizadas nas diferentes unidades cresceram, em termos de abrangência e quantidade de 2008 a 2017, aumentando significativamente, a captação de recursos. Este conjunto de ações potencializa a presença da Unemat diretamente em 42 municípios dos 141 do total, número que se amplia ao consideraremos os seus entornos.

Em função da Emenda Constitucional Nº 66, de 03 de julho de 2013, a Unemat passou a ter seu orçamento vinculado a Receita Corrente Líquida (RCL) do Estado, iniciando o repasse de 2,0% em 2013, chegando a 2,5% em 2018, uma conquista sem igual para a Universidade. Além disso, destinou vagas específicas para negros e pardos nos vestibulares, e mais recentemente reservou vagas para indígenas, consolidando uma forte política de ações afirmativas.

Nossa história mostra que foram as demandas da sociedade nossa motivação para crescer e com isso nos fortalecemos para continuarmos a atender suas convocações. Foi no afã da inclusão que criamos o Programa Parceladas há mais de duas décadas para, inicialmente, formar professores pesquisadores em exercício, Programa que contou com apoio de universidades consolidadas como Unicamp, Usp, dentre outras. Essa mesma vontade nos levou a criar os cursos superiores para indígenas, modelo pioneiro em todo o Brasil.

Como parte da metodologia adotada para elaboração do PDI, os câmpus foram instados a avaliar a Universidade como um todo em seus pontos fortes e fracos, em termos de Ensino, Pesquisa, Extensão e Gestão através da elaboração do Planejamento Estratégico Participativo – PEP Unemat, iniciado em 2015, e, a partir dessa análise, delinearem seus objetivos para os próximos 10 (dez) anos.

De acordo com as orientações do CEE em simetria com Ministério da Educação (MEC), o PDI define a missão das Instituições de Ensino Superior e as estratégias para atingir suas metas e objetivos. Com essa concepção a Unemat, na busca de um projeto institucional comprometido com o seu planejamento, sistematizado de forma coletiva e respaldado na legislação vigente, elaboramos este documento.

As ações aqui delineadas são para cinco (5) anos, com o compromisso de reformulá-las, adequando-as de acordo com as necessidades, após sua continua avaliação, sempre pautado na gestão democrática, na autonomia administrativa, didático-científica e gestão financeira. Tem como prerrogativa a defesa do ensino de qualidade, público e gratuito, a indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão interligados com seu compromisso social. Ao mesmo tempo visa promover a igualdade de condições de acesso e permanência do discente na Instituição e o fortalecimento dos convênios, acordos de mútua cooperação, contratos e diálogos com a sociedade.

O Plano está fundamentado nos princípios discutidos pelo PEP Unemat 2015-2025 e aprovado no Conselho Universitário (Consuni), Resolução nº 048/2016, que consolidou uma Universidade de: 1. Autonomia didático-pedagógica, científica, administrativa, financeira, orçamentária e política; 2. Equidade e igualdade; 3. Descentralização; 4. Democracia; 5. Indissociabilidade entre ensino, pesquisa e extensão; 6. Laicidade; 7. Multidimensionalidade do conhecimento; 8. Pluralidade de ideias e conceitos; 9. Respeito; 10. Ética; 11. Valorização humana e profissional; 12. Sustentabilidade e 13. Gestão participativa.

Logo, este Plano é para uma Universidade que está em pleno processo de desenvolvimento, comprometida em ofertar ensino superior que atenda às expectativas da população, fortalecendo-se nos propósitos de se tornar uma instituição cada vez mais forte, comprometida com os anseios da população, e democrática em sua gestão. A elaboração deste Plano ficou, inicialmente, sob a responsabilidade de uma comissão específica mediante a Portaria nº 2.671/2016. Coube a ela coordenar e orientar os trabalhos de construção do PDI, pautados nos documentos norteadores constantes do modelo de elaboração propostos pelo MEC e CEE, da legislação e de outros instrumentos construídos pela Universidade ao longo desses dez (10) anos.

Inegavelmente esse PDI trará crescimento para a Instituição e ampliará suas possibilidades de prestar serviço à sociedade e contribuir para o desenvolvimento do Estado. Assim, ele redefine metas, estabelece novos mecanismos de atuação e reorganiza as ações no sentido de impulsionar o desenvolvimento da Unemat, ampliando suas formas de atuação.

Enfatizamos no seu texto a necessidade de conquistar, dentre outros objetivos, corpo docente permanente para todas os câmpus e cursos, ampliar e valorizar o quadro de profissionais técnicos, ampliar e melhorar as condições de instalações e infraestrutura, oferecer outros níveis e modalidades de ensino, aumentar a produção acadêmica e a oferta de cursos de pós-graduação stricto sensu, melhorar o orçamento, organizar-se adequadamente no plano didático-pedagógico, ajustando-o às perspectivas das vocações regionais e das políticas institucionais.

Sendo assim, o PDI 2017-2021 visa a consolidação de todas as unidades que constituem a UNEMAT, desde a infraestrutura física até a qualificação de docentes, criação de novos cursos de pós-graduação, melhoria da qualidade do Ensino, da Pesquisa e da Extensão tanto quanto a modernização administrativa de Gestão já apontados na elaboração do PEP Unemat para os próximos 10 anos. Frutos deste planejamento estratégico mostram que é preciso muitas vezes reinventar formas de fazer e de ofertar o ensino superior de qualidade de forma pública e cada vez mais acessível a um número cada vez maior de pessoas que desejam uma educação transformadora.

O planejamento do futuro da Instituição, esperado em um PDI, e que já envolve uma gama enorme de variáveis e de decisões torna-se ainda mais complexo no contexto atual, o que nos exige que o PDI se torne objeto de reflexão e análise cotidiana.

Temos, sem dúvida, grandes desafios pela frente, mas sabemos que com planejamento e participação coletiva será possível garantir que a Unemat continue crescendo, se consolidando e atendendo a população de Mato Grosso e do Brasil com cada vez mais qualidade como pressupõe a nossa missão: “Oferecer educação superior pública de excelência, promovendo a produção do conhecimento por meio do ensino, pesquisa e extensão de maneira democrática e plural, contribuindo com a formação de profissionais competentes, éticos e compromissados com a sustentabilidade e com a consolidação de uma sociedade mais humana e democrática” (PEP Unemat 2015-2025).

 

Professora Ana Maria Di Renzo

Reitora da Unemat

 

Clique aqui para ter acesso ao Documento Final na integra.

Rede Social


Copyright 2017 - Universidade do Estado de Mato Grosso
Av. Tancredo Neves, 1095 - Cavalhada II
78200-000 - Cáceres - Mato Grosso
PABX +55 (65) 3221-0000