Mato Grosso, Domingo, 23 de Janeiro de 2022     
Novo Portal
Reitoria realiza reunião com representantes da ADUNEMAT
GESTÃO
Reitoria realiza reunião com representantes da ADUNEMAT
04/06/2021 17:16:27
por Danielle Tavares
Foto por: Danielle Tavares
Reunião ocorreu nesta sexta-feira (04/06)
Reunião ocorreu nesta sexta-feira (04/06)

Reitoria da Unemat realizou reunião com representantes da Associação dos Docentes (Adunemat) nesta sexta-feira (04/06), na sede administrativa, em Cáceres. Em pauta, vários itens foram discutidos: comissão central de planejamento no âmbito institucionais de medidas relativas à pandemia provocada pela Covid-19, concurso público para docente, reajuste da remuneração dos docentes da Unemat, garantia do ingresso nos regimes de trabalho em TIDE, progressão na carreira, serviço de proteção à saúde, dentre outros.

 

Comissão central de organização de retorno das aulas presenciais, quando a situação sanitária assim permitir.

Desde o dia 12 de março de 2020, a Unemat constituiu o Comitê de Monitoramento do Novo Coronavírus para acompanhar, monitorar e orientar sobre procedimentos a serem tomados referentes às ações de ensino, pesquisa, extensão e gestão universitária. Todas as ações do Comitê estão publicizadas no endereço disponível aqui.

De acordo com o sugerido na reunião, a Adunemat poderá indicar um membro para compor o Comitê. “O momento exige esforço de todos a fim de garantirmos a Instituição e seu valor social para todos os cidadãos mato-grossenses. A gestão da universidade reafirma a defesa intransigente da vida e da ciência e, portanto, consideramos estas premissas como norteadoras do fazer universitário, em qualquer situação, tanto em condições sanitárias normais como, especialmente, nesta na qual estamos vivendo”, afirmou o reitor Rodrigo Bruno Zanin. 

A oferta do Ensino Remoto Emergencial, aprovada pelo Conepe pelas resoluções nº 028 e nº 029 de 2020, teve como objetivo central possibilitar o estudo de componentes curriculares pelos acadêmicos da Unemat, somente enquanto durar a situação de pandemia do novo Coronavírus. “Se for realizada uma leitura detalhada e atenta ao documento das resoluções, poderá ser observado que ela regula somente neste período. Nenhuma das resoluções que orientam o trabalho da nossa universidade, tanto para a graduação como para a pós-graduação, em tempos de presencialidade, foi revogada”, destacou.

 

Realização de concurso público para docentes:

“Esta é uma luta constante de todos nós, é um diálogo e demanda constante com o governo”, afirmou o reitor. Outra forma de marcar esta ação política tem sido o encaminhamento anual de processo junto ao Governo do Estado de solicitação de Concurso Público para preenchimento das vagas tanto de Docentes quanto de Profissionais Técnicos do Ensino Superior (PTES). Em 2020, o processo de solicitação de concurso foi protocolado (Processo nº 486282/2020) e encontra-se em análise na Coordenadoria de Provimento da Seplag/MT.

 

Critérios de remoção e conclusão dos processos de remoções de docentes com base no lotacionograma atualizado: 

Os processos de remoção de docentes são de fluxo contínuo. Contudo, em razão das reformulações curriculares, os processos estão suspensos até que sejam aprovados os Projetos de Cursos atualizados. “Após esta etapa, é possível ter um panorama real do quadro de docentes lotados em cada uma das faculdades para atender os respectivos cursos da faculdade ou de outra, se assim se fizer necessário. Só depois desta etapa, será possível atualizar o lotacionograma e, assim, retomar o processo de remoção”, explicou o Pró-reitor de Ensino de Graduação, Alexandre Gonçalves Porto.

 

Reajuste da remuneração dos/das Docentes da Unemat correspondente aos anos de 2014, 2015 e 2016:

Tais reajustes dependem de autorização do Estado, e Assembleia Legislativa, em razão de que o orçamento da Universidade está atrelado ao orçamento do Estado.

 

Defesa da Carreira Docentes da Unemat, materializada na aplicação da Lei Complementar 320/2008: 

A defesa da carreira docente é defesa da Educação Superior Pública e, consequentemente, da Universidade e tudo que ela representa para a Sociedade. Logo esta defesa é uma luta permanente e contínua de todos nós docentes.

 

Progressão na carreira, Tide e de afastamento para qualificação docente:

De acordo com o Pró-reitor de Administração, Tony Hirota Tanaka, as progressões verticais e horizontais estão ocorrendo normalmente. “Há uma demora maior em razão de que a Seplag tem realizado uma inspeção mais apurada de todos os processos a fim de evitar problemas quanto a regularidade funcional de cada servidor ao longo da carreira no Estado”. Internamente, todos os processos recebidos no último ciclo de reunião da Copad foram publicados em menos de 10 dias da data de recebimento pela Pró Reitoria de Administração.

Os ingressos dos docentes em Tempo Integral e Dedicação Exclusiva (Tide) estão autorizados. “Todos os processos que estavam na Seplag até março de 2021 já se encontram implantados em folha. Pontuamos que até março de 2021, tínhamos sete processos com pedido de Tide e todos já estão com esta garantia atendida”, disse.

Já os afastamentos vêm sendo garantidos normalmente pela universidade atendendo o fluxo determinado pelo setor de origem.

 

Regulamentação do título de Livre Docente pelo Consuni: 

Está pauta será retomada no próximo Conselho Universitário (Consuni), com a instituição de uma nova comissão para elaborar uma proposta de minuta de resolução.

 

Rediscussão da Resolução 024/2018 – CONSUNI, de 28 de março de 2018:

A discussão e atualização desta resolução e da Resolução 054-Conepe estarão na pauta no próximo Consuni, justamente para rever e estabelecer melhores critérios e formas de acompanhamento de professores da Unemat que desenvolvem prestação de serviços.

 

Critérios para a realização de testes seletivos: 

Foi destacado na reunião a importância de se rediscutir os critérios para seleção de professores substitutos. “Na universidade, alguns professores contratados estão conosco há muito tempo, totalizando 5 a 10 anos e, como eles se mantêm, é porque são professores altamente qualificados. E como continuam sendo aprovados em testes seletivos, é porque também estão sendo consideradas as experiências da atuação destes professores em nossos cursos”, afirmou a vice-reitora, Nilce Maria da Silva. Portanto, mais importante que se atentar para uma determinada prova, é acompanhar o percurso e atuação do professor no desenvolvimento de sua atuação didático-pedagógica nas disciplinas a ele atribuídas. 

 

Infraestrutura e condições de trabalho docente nos diferentes câmpus:

“Interessante destacar aqui o trabalho incessante de todas as direções de campus e da reitoria para ampliação e melhoria da estrutura da Unemat. Pontuamos aqui que a Unemat investiu em equipamentos de laboratórios os quais estão disponíveis para o trabalho com ensino, pesquisa e extensão dos professores”, afirmou o reitor Rodrigo Zanin. Para exemplificar, foram apresentados alguns dados.

São 164 laboratórios em toda a Universidade. A Unemat conta com laboratórios certificados pela Emprapa para análise de solo, por exemplo. Cursos contam com equipamentos de primeira qualidade, a exemplo de materiais para aulas referentes a oftalmologia e equipamentos de alta qualidade que coloca a instituição com condições para fazer os testes de PCR-covid.

17 auditórios: distribuídos em todos os câmpus da Unemat.

16 bibliotecas, além da biblioteca virtual. O acesso à biblioteca virtual ampliou consideravelmente neste ano e isto mostra que os acadêmicos, principalmente, estão usufruindo desta importante ferramenta. Só neste ano, até o final do mês de maio, registrou-se 632.777 acessos.

4 herbários: O herbário de Cáceres tem cerca de 10 mil espécies catalogadas. O de Alta Floresta possui mais de 8 mil amostras em seu acervo, incluindo 6 espécies novas. O herbário de Nova Xavantina possui atualmente um acervo com aproximadamente 13.000 registros e o de Tangará da Serra conta hoje com cerca de 3.500 espécimes informatizados no seu acervo.

“Registramos que temos muito a fazer e será sempre assim o trabalho na universidade: Ter sempre o que fazer, atualizar, inovar, experienciar e, a partir daí, ter sempre inúmeras coisas a se construir e organizar. No entanto, queremos registrar que a Unemat tem muita estrutura, muitos equipamentos e condições que são ainda pouco divulgados, tanto internamente como para a sociedade, de forma geral. Pontuamos, também, que nos últimos quatro anos, os órgãos de fomento ao apoio de construção, de aquisição de equipamentos e apoio às ações de pesquisa e extensão das universidades brasileiras tem caído consideravelmente”, destacou Rodrigo Zanin.  

 

Organização de serviço de proteção à saúde, apoio e assistência social:

A universidade conta com quatro psicólogos e uma assistente social. Para a vice-reitora, “Esta ação precisa ser ampliada para atender, especialmente, aos alunos que se encontram em condições de vulnerabilidade social. A efetivação de profissionais técnicos também está listada na nossa prioridade para ampliar esta ação nos campi. No entanto, isto não impede de pensarmos ações entre os profissionais da saúde, da psicologia e de tantos outros que têm esta temática como foco de trabalho e que já fazem parte da nossa Instituição”.                                    

 

 

Salvar esta página   Imprimir notícia   Enviar notícia por e-mail Visitas: 23344 | Impressões: 25782
Compartilhar no Facebook

Notícias relacionadas

  • Nenhuma notícia relacionada

Rede Social


Copyright 2022 - Universidade do Estado de Mato Grosso
Av. Tancredo Neves, 1095 - Cavalhada III
78217-900 - Cáceres - Mato Grosso
PABX +55 (65) 3221-0000