Mato Grosso, Domingo, 14 de Julho de 2024     
Novo Portal
Unemat lança Podcast Saúde sem fronteiras
PESQUISA E EXTENSÃO
Unemat lança Podcast Saúde sem fronteiras
05/08/2020 12:46:46
por Hemilia Maia
Foto por: Divulgação

O projeto de pesquisa e extensão ‘Saúde Sem Fronteiras: da Terra às Águas do Pantanal (Sasf)’ do Curso de Medicina da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), em Cáceres, traz uma nova proposta de atividade, o Podcast Sasf e uma página no Instagram (@saude.semfronteiras).  O Podcast Sasf chega com a apresentação do projeto e na sequência o podcast relacionado ao documentário ‘Muito Além do Peso’ da 36ª Mostra Internacional de Cinema.

A proposta surgiu com os resultados encontrados pelo Saúde Sem Fronteira junto a escolares de escolas rurais e comunidades ribeirinhas ao Rio Paraguai. Embora o projeto esteja institucionalizado a partir de 2018, as ações iniciaram em 2017 e, atualmente, já foram avaliados aproximadamente 700 escolares. Participam do projeto pesquisadores dos cursos de Ciências Biológicas, Educação Física, Enfermagem e Medicina da Unemat e de Odontologia da Faculdade do Pantanal (Fapan). A maioria das crianças avaliadas são do sexo masculino com média de idade de 11 anos.

O projeto que iniciou com a triagem destas crianças e adolescentes evidenciou, que embora os valores de Índice de Massa Corpórea (IMC) da maioria esteja dentro da normalidade, em algumas escolas o peso das crianças estava acima da média nacional com a presença de sobrepeso e obesidade. Quanto aos hábitos alimentares, destas crianças foi constatado maior consumo de carboidratos.

De acordo com a professora do curso de Medicina, Denise da Costa Boamorte Cortela, os problemas do excesso de peso vão mais além, envolvendo contextos ambientais, culturais além do meio familiares. “Dentre os principais resultados observados através da coleta da autoimagem verificou-se que a percepção da autoimagem e ou o bullyng trazem reflexos do modo como as relações nos lares são estabelecidas e vivenciadas.  Tanto as crianças que realizam o bullyng como a criança que sofre o bullyng precisam de compreensão e atenção psicológica”, apontou a pesquisadora.

Para chegar nesse resultado foram avaliados o perfil antropométrico (medidas e dimensões das diversas partes do corpo humano), acuidade visual, testes de glicemia, perfil da autoimagem, recordatório alimentar, testes de parasitologia, cultura de esportes e lazer, além da realização de palestras educativas com pais, professores e as crianças.

O objetivo da nova atividade do Saúde Sem Fronteiras é socializar as ações com abertura para outros acadêmicos, professores da rede municipal e internautas que se interessam pelos temas propostos nos documentários, rodas de conversa e outras atividades do Curso de Medicina da Unemat.

 
 

 

 

 

Salvar esta página   Imprimir notícia   Enviar notícia por e-mail Visitas: 24910 | Impressões: 143662
Compartilhar no Facebook

Notícias relacionadas

  • Nenhuma notícia relacionada