Mato Grosso, Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020     
Comitê Acompanhamento COVID
Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis e estudantes definem política de inclusão digital da Unemat
MEDIDAS COVID-19
Pró-Reitoria de Assuntos Estudantis e estudantes definem política de inclusão digital da Unemat
21/07/2020 15:09:36
por Antonia Alves Pereira (PRAE)

A Pró-reitoria de Assuntos Estudantis e os estudantes da Universidade do Estado de Mato Grosso Carlos Alberto Reyes Maldonado (Unemat) reuniram-se no último dia 16 de julho para discutir uma política de inclusão digital para o Ensino Remoto Emergencial (ERE). Por meio de edital serão concedidos chips de dados com pacote de 10 gigabytes, tendo como critérios a vulnerabilidade socioeconômica, com prioridade para os alunos que já recebem os auxílios alimentação e moradia.

Em torno de 100 pessoas participaram da webconferência que reuniu representantes estudantis do Diretório Central de Estudantes (DCE), Centros Acadêmicos (CA), Atléticas Universitárias, Ligas Acadêmicas, Empresas Juniores. Dos câmpus, participaram os servidores que compõem a Comissão de Assuntos Estudantis (CAE) e a Comissão Organizadora Local dos Auxílios Alimentação e Moradia.

Considerando a história e a luta por direitos de igualdade dos movimentos estudantis, o presidente do DCE Chico Mendes do câmpus de Alta Floresta, Rodrigo Konig Tavares, apontou que o leque do acesso digital pode ser ampliado com outras ações dos estudantes. “Mesmo sabendo das dificuldades do ensino remoto, nós estamos lutando junto com a Prae para melhorar o cenário atual. Friso, ainda, que é preciso melhorar "a comunicação com as representações acadêmicas,” destacou.

Para a estudante do câmpus de Barra do Bugres e Diretora Regional Oeste da União Estadual dos Estudantes de Mato Grosso (UEE-MT), Larissa Pompermayer Ramos, a Unemat é uma universidade que se preocupa com a inclusão social. Salientou que o curto período de tempo poderá não incluir todos os alunos, por isso apresentou a parceria da UEE para realizar uma mobilização solidária em que estudantes com acesso podem ajudar na fase de matrículas daqueles que estão sem acesso. “A fraternidade e união de discentes, docentes e todos presentes na reunião mostraram a preocupação e o amor pela universidade. Ficou demonstrado que a união faz a força e que todos temos em comum o interesse em manter a Unemat ativa e em crescimento para cada dia ser ainda mais forte e viva,” disse.

Participaram também da reunião a Vice-Reitora, professora Nilce Maria da Silva, a Pró-Reitora da Prae, professora Antonia Alves Pereira, o Pró-Reitor de Planejamento e Tecnologia da Informação, Professor Luiz Fernando Caldeira Ribeiro e o Pró-Reitor de Ensino de Graduação, Professor Alexandre Gonçalves Porto.

Ao comentar sobre a criação da política de inclusão digital, a Vice-Reitora pontuou que quando a ação é realizada de forma coletiva e cooperativamente, resulta em ação muito mais sustentada em princípios democráticos. “O importante deste encontro foi a possibilidade de compartilhar com eles que precisamos da presença forte e organizada dos discentes para que, juntos, consigamos vencer as dificuldades do ensino remoto e para fazer movimentar a vida acadêmica da Unemat com toda a beleza, força, parceria e a defesa intransigente da universidade pública e gratuita,” comemorou.

Devido ao período de pandemia, a aquisição dos chips é feita como compra emergencial. O Termo de Referência (TR) foi enviado diretamente às operadoras móveis de Mato Grosso que deverão apresentar o menor preço para o pacote de 10 GB para os 15 lotes que visam contemplar a maior cobertura 4G nas diferentes localidades do Estado. Para o Pró-Reitor Luiz Fernando Caldeira, a webconferência possibilitou a apresentação das ações do grupo de trabalho, além de “ouvir a comunidade acadêmica sobre as suas preocupações e demandas, de maneira a balizar as ações da gestão. A troca de conhecimento no processo tem como objetivo a integração entre os atores e a construção de uma proposta que possa atender ao maior número de acadêmicos dos cursos de oferta contínua, diferenciadas e da educação a distância.” destacou.

Para o servidor técnico do câmpus de Nova Xavantina, Kelby Moreira, foi considerado o debate e os anseios da comunidade acadêmica a partir dos esclarecimentos da política de inclusão digital que poderá se tornar uma política permanente. Tendo em vista o semestre suplementar, “a concessão do auxílio dará aos alunos a possibilidade de acessar as aulas e as atividades que serão oferecidas de maneira remota,” pontua Kelby.

“A palavra gratidão expressa o sentimento dos alunos que participaram desta reunião na qual foram discutidas as alternativas para minimizar os prejuízos acadêmicos causados pelo cenário atual em face da pandemia da Covid-19”, registrou Delcino Leandro Artico. Para o servidor do câmpus de Cáceres, o diálogo com os membros convidados superou suas expectativas, pois ficou claro que todos “se propuseram a encontrar um ponto de equilíbrio ao alcance desta Universidade para que a Proposta de Inclusão Digital alcance os objetivos principais e, que todos os alunos sejam atendidos por esta ação tendo condições de usufruir deste programa de auxílio para inclusão digital”.

O Período Letivo Suplementar Emergencial proposto para dar conta da realização do Ensino Remoto Emergencial está descrito nas Resoluções nº 028/2020 e 029/2020, aprovadas na última Sessão do Conepe. “Foi gratificante dialogar com as lideranças estudantis sobre a política de inclusão digital que assumimos durante o Conepe. Esta reunião inaugurou a primeira webconferência de muitas outras que a Prae pretende realizar em breve com os estudantes”, comemorou a Pró-Reitora Antonia Alves Pereira.

 

Salvar esta página   Imprimir notícia   Enviar notícia por e-mail Visitas: 3018 | Impressões: 64
Compartilhar no Facebook

Notícias relacionadas

  • Nenhuma notícia relacionada

Rede Social


Copyright 2020 - Universidade do Estado de Mato Grosso
Av. Tancredo Neves, 1095 - Cavalhada III
78217-900 - Cáceres - Mato Grosso
PABX +55 (65) 3221-0000