Mato Grosso, Ter�a-Feira, 23 de Julho de 2024     
Novo Portal
Ex-aluna da Unemat concorre a prêmios literários e lança livros em Bienal do Rio de Janeiro
EGRESSOS
Ex-aluna da Unemat concorre a prêmios literários e lança livros em Bienal do Rio de Janeiro
06/01/2020 12:55:14
por Rubens Bedin

A bióloga Eloadir Raquel Cantarelli, graduada em 1996, na primeira turma do Curso de Ciências Biológicas do câmpus da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) de Nova Xavantina, lançou neste em 2019 dois livros na Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro, considerado o maior evento literário do país. 

“Folhas do Mal”, uma coletânea de contos de terror com algumas histórias ambientadas na Serra do Roncador e com clara alusão à Unemat, a quem a autora chama de UNEMATIX; e “O Herói Aprendiz”, um manual de conduta para os habitantes de Éthterys, um mundo distópico apresentado em outra de suas obras: “Gabrielle Acquamor” são seus principais trabalhos.

Esse despertar literário foi abraçado pela Lura Editorial (www.luraeditorial.com.br) que conheceu a escritora por meio da sua participação nas antologias de terror “O lado sombrio do Sítio” e “Abismo do Mal”, onde Raquel Cantarelli colabora com um conto em cada uma das obras.

Raquel Cantarelli (www.raquelcantarelli.com.br) está concorrendo ao Prêmio Ecos da Literatura 2019, promovido pelos irmãos Livreiros de forma independente, premiando 20 categorias este ano, de diagramador a escritor revelação. Ela concorre ao Prêmio de Melhor Terror/Suspense, Autor Revelação e Melhor Capa com o livro “Folhas do Mal” e ao Prêmio de Melhor Distopia/Fantasia, Autor Revelação e Melhor Capa com o livro “Gabrielle Acquamor”, que trás uma história recheada de magia, que se passa na misteriosa Serra do Roncador e em Nova Xavantina. É possível votar acessando o link http://bit.ly/34UB6HA .

Vale ressaltar que mesmo depois de mais de 20 anos, a escritora demonstra o quanto a Universidade do Estado de Mato Grosso ainda está presente em sua vida. E ela demonstra esse orgulho de dizer que pertence a esse universo.

A Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro 

Há 38 anos, teve início a história de sucesso da Bienal do Livro Rio: uma celebração à leitura, à cultura e à diversão, reunindo milhares de pessoas.

Dos salões do Hotel Copacabana Palace, em 1983, aos atuais 80 mil metros quadrados do Riocentro, a Bienal Internacional do Livro do Rio de Janeiro se transformou não só no mais importante acontecimento editorial do Brasil, como também em um evento literário que mobiliza o país. A cada edição, o evento cultural e empresarial supera expectativas de público, vendas e mídia.

A Bienal deste ano aconteceu de 30 de agosto a 08 de setembro no Rio Centro e contou com mais de 600 mil visitantes, mais 300 convidados internacionais e mais de 1.300 atividades culturais, além de Café Literário, Encontro com Autores, Fórum de Educação e muito mais.

Sobre a Autora

Eloadir Raquel Cantarelli já foi funcionária pública, professora e empresária do ramo hoteleiro. Após tragédias pessoais, a morte da filha em 2010, do pai em 2014 e do marido em 2015, Raquel Cantarelli encontrou na literatura um novo recomeço. Mudou-se para o Rio de Janeiro e têm se destacado no meio literário. Ela tem dois filhos (Gabriela e Rafael) e dois netos (Miguel e Helena).

Salvar esta página   Imprimir notícia   Enviar notícia por e-mail Visitas: 24828 | Impressões: 143818
Compartilhar no Facebook

Notícias relacionadas

  • Nenhuma notícia relacionada