O NÍVEL SINTÁTICO ANALISADO NAS PRODUÇÕES DOS ALUNOS DO 6º ANO DO ENSINO FUNDAMENTAL E UMA PROPOSTA DE TRABALHO EMBASADA NA ANÁLISE LINGUÍSTICA

Cintia Barbara ZOCOLOTTO

Resumo


A proposta deste artigo é abordar fenômenos gramaticais relacionados ao nível sintático nos textos de alunos do 6º ano do ensino fundamental e a possibilidade de estudá-los por meio da Análise Linguística. Primeiramente, uma revisão teórica acerca do que preconizam os Parâmetros Curriculares Nacionais – PCN de 1997 – em relação à refacção, bem como da necessidade de os professores se atualizarem quanto às novas teorias e ao conceito de Análise Linguística. A seguir, a proposta de produção textual desenvolvida com os estudantes, a qual serviu para uma posterior análise do nível sintático. E, para concluir, uma sugestão de reescrita embasada na Análise Linguística.  
 
Palavras-chave: Produção textual, Nível sintático, Refacção, Análise Linguística.

Texto completo:

PDF

Referências


BAGNO, M. Nada na língua é por acaso: por uma pedagogia da variação linguística. São Paulo: Parábola Editorial, 2007.

BORTONI-RICARDO, S. M; MACHADO, V. R. (Orgs.). Os doze trabalhos de Hércules: do oral para o escrito. São Paulo: Parábola Editorial, 2013.

BRASIL Ministério de Educação. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros Curriculares Nacionais. 1º. e 2º. Ciclos: Língua Portuguesa. Brasília: MEC: SEF, 1997.

GERALDI, J.W. Portos de Passagem. São Paulo: Martins Fontes, 1987.

SILVA, N. I. Ensino Tradicional de Gramática e Prática de Análise Linguística na Aula de Português. Recife, 2009. Dissertação (Mestrado em Linguística) – PPGL, UFPE.

Recebido em: 4 de maio de 2019

Aprovado em: 20 de junho de 2019


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2359-0041

INDEXADORES: