A ADEQUAÇÃO LINGUÍSTICA NO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA

Sunair Pereira Fonseca BATISTA

Resumo


Este artigo tem o objetivo de refletir sobre o ensino da língua portuguesa na sala de aula, discorrendo sobre a imprescindibilidade de se desenvolver um trabalho pedagógico que ensine os alunos a valorizarem as variações, variedades e normas da língua de forma que consigam adequar os usos da linguagem a diferentes situações de interação, conduzindo-os a usarem estilos em graus mais ou menos monitorados, de acordo com a necessidade do contexto de produção.  
 
Palavras-chave: adequação linguística, grau de monitoramento, sequência didática.

Texto completo:

PDF

Referências


BAGNO, Marcos. Nada na língua é por acaso: por uma pedagogia da variação linguística. São Paulo: Parábola, 2007.

BORTONI-RICARDO, Stella Maris. Educação em Língua Materna: a sociolinguística na sala de aula. Nós cheguemu na escola, e agora?. São Paulo: Parábola, 2004.

CAVÉQUI, Márcia Pagannini. A escola é nossa. Português. 2º Ano do Ensino Fundamental. São Paulo: Scipione, 2007, p. 128-129.

MARCUSCHI, Luiz Antônio et al. Gêneros textuais: definição e funcionalidade. Gêneros textuais e ensino. Rio de Janeiro: Lucerna, v. 20, 2002.

SCHNEUWLY, Bernard; DOLZ-MESTRE, Joaquim. Gêneros orais e escritos na escola. Campinas, SP: Editora: Mercado de Letras, 2004.

VIEIRA, Toinha. Sequência didática: bilhete. Disponível em: https://ideiascompartiladas.blogspot.com/2016/12/bilhete.html. Acesso em: 20/06/2018.

Recebido em: 4 de maio de 2019

Aprovado em: 20 de junho de 2019


Apontamentos

  • Não há apontamentos.


ISSN: 2359-0041

INDEXADORES: