Mato Grosso, Quarta-Feira, 22 de Novembro de 2017     

Extensão e Cultura

Eventos e Cursos (Mapa da página | Voltar)

Cursos

O QUE É UM CURSO DE EXTENSÃO?

Entende-se por Curso de Extensão a ação pedagógica de caráter teórico e/ou prático, presencial ou a distância, planejada e organizada de modo sistemático, com carga horária mínima de 08 (oito) horas e critérios de avaliação definidos.

De acordo com o Artigo 3º da Resolução nº 029/2008-CONEPE, os Cursos de Extensão oferecidos pela UNEMAT deverão ser classificados em 03 (três) categorias:

 

Categoria I:

a. Presencial: curso cuja carga horária computada é referente à atividade na presença do professor ou instrutor;

b. Semipresencial: curso cuja carga horária computada refere-se à presença parcial do estudante durante as atividades;

c. A distância: curso cuja carga horária computada compreende atividades realizadas sem a presença ou a supervisão do professor, mas com organização de tutoria e com avaliações presenciais.

Categoria II:

a. Até 15 (quinze) horas: curso cuja carga horária varia entre 08 (oito) horas, no mínimo, até 15 (quinze) horas;

b. De 16 (dezesseis) a 60 (sessenta) horas: curso cuja carga horária é igual ou superior a 16 (dezesseis) até 60 (sessenta) horas;

c. De 61 (sessenta e uma) a 179 (cento e setenta e nove) horas: curso cuja carga horária é igual ou superior a 61 (sessenta e uma) até 179 (cento e setenta e nove) horas;

d. 180 (cento e oitenta) horas: curso cuja carga horária mínima é de 180 (cento e oitenta) horas.

Categoria III:

a. Iniciação: curso que objetiva principalmente oferecer noções introdutórias em uma área específica de conhecimento e que não exige pré-requisitos de escolarização anterior e/ou experiência profissional; tem a duração de até 15 (quinze) horas;

b. Atualização: curso que objetiva principalmente atualizar e ampliar conhecimentos, habilidades ou técnicas em área do conhecimento. Este curso prevê a carga horária de 16 (dezesseis) a 60 (sessenta) horas;

c. Treinamento e qualificação profissional: curso que objetiva principalmente treinar e capacitar em atividades profissionais específicas. Este curso prevê uma carga horária de 61 (sessenta e uma) a 179 (cento e setenta e nove) horas, podendo ser ministrado de forma intensiva ou parcelada;

d. Aperfeiçoamento: curso com carga horária mínima de 180 (cento e oitenta) horas, com período de 01 (um) ano, que visa aprimorar ou aprofundar técnicas em uma área do conhecimento.


Eventos

O QUE É UM EVENTO DE EXTENSÃO?

 

O Evento de Extensão consiste numa ação que implica na apresentação e/ou exibição pública, livre ou com clientela específica, do conhecimento ou produto cultural, artístico, esportivo, científico e tecnológico desenvolvido, conservado ou reconhecido pela Universidade.

 

A classificação e definição dos Eventos oferecidos pela UNEMAT são as seguintes:

 

1. Congresso: evento de grandes proporções, de âmbito regional, nacional ou internacional, em geral com duração de 03 (três) a 07 (sete) dias, que reúne participantes de uma comunidade científica ou profissional ampla; realizado como um conjunto de atividades como mesas-redondas, palestras, conferências, apresentação de trabalhos, cursos, mini-cursos, oficinas/workshop;

2. Seminário: evento científico de âmbito menor do que o congresso, tanto em termos de duração (de um a cinco dias) quanto de número de participantes, cobrindo campos de conhecimento mais especializados; incluem-se nessa classificação eventos de médio porte, como encontro, simpósio, jornada, colóquio, fórum, reunião, varal de poesia;

3. Ciclo de debates: encontros sequenciais que visam à discussão de um tema específico; inclui ciclo, circuito e semana;

4. Exposição: exibição pública de obras de arte, produtos e serviços. Em geral é utilizada para promoção e venda de produtos e serviços; inclui feira, salão, mostra, lançamento;

5. Espetáculo: demonstração pública de eventos cênicos, musicais; incluindo-se recital, concerto, show, apresentação teatral, exibição de cinema e televisão, demonstração pública de canto, dança e interpretação musical;

6. Evento esportivo: incluindo-se campeonato, torneio, olimpíada e apresentação esportiva;

7. Festival: série de ações/eventos ou espetáculos artísticos, culturais ou esportivos, realizados concomitantemente, em geral em edições periódicas;

8. Campanha: ação pontual de mobilização que visa a um objetivo definido.

9. Varal: Consiste na apresentação, em formato impresso ou manuscrito, de poesias de autoria dos alunos da Universidade.

10. Simpósio: Reunião de pessoas que durante um período de tempo tratam de um tema específico a fim de alcançar avanços em sua elucidação. Um simpósio geralmente é composto por pessoas com alto grau de conhecimento no tema a ser tratado e que aproveitam o tempo da melhor maneira possível.

11. Palestra: A palestra é a exposição de certas ideias por parte de alguém. É uma prática bem comum do meio acadêmico. Quem realiza é um palestrante e, normalmente, trata-se de um indivíduo com amplos conhecimentos de um tema e que deseja passar a determinado público.

12. Encontro: Assembleia com o objetivo de discutir assunto de interesse comum entre determinado grupo de pessoas. Pode ser político, social, religioso, científico, cultural, etc.

13. Colóquio: É um espaço de conversação despojado das formalidades de outros eventos como seminários e simpósios. Os debates são organizados em “rodas de conversa”, o que possibilita diálogos mais democráticos, onde todos podem expor opiniões e experiências sem as amarras hierárquicas das mesas de discussões tradicionais.

14. Feira: É um evento em um local público em que as pessoas, em dias e épocas predeterminados, expõem e vendem mercadorias. Pode ser ainda, uma exposição (comercial, industrial, cultural, tecnológica ou recreativa) ou um parque de diversões.

15. Semana: é um tipo de evento semelhante ao congresso, no qual pessoas se reúnem para discutir assuntos de interesse comum. Sua duração é de vários dias e a dinâmica é a mesma de um congresso.

16. Workshop ou Oficina: São atividades de intercâmbio com os participantes, nas quais se propõem diversas práticas e interações entre os condutores da oficina e os participantes. Não devem durar mais de três horas e podem ser realizadas dentro de congressos ou jornadas, ou separadamente.

17. Jornada: São encontros similares aos congressos, porém menores tanto em alcance como em termos do número de participantes. Se chamam jornadas, pois geralmente sua duração envolve um ou dois dias. Os participantes não necessariamente se dedicam ao mesmo segmento, uma vez que muitas dessas jornadas ou encontros são multidisciplinares (por exemplo, um núcleo realizado com funcionários de um hospital, onde se tratam de diferentes temáticas).

18. Conferência: São encontros convocados por uma pessoa, empresa ou entidade, para transmissão de uma mensagem ou tema particular. Não existem regras fixas quanto à frequência. Deve ter curta duração, para máximo aproveitamento da audiência, que pode variar entre colegas, imprensa e público em geral.

19. Fórum: Se tratam de atividades similares à mesa redonda, mas mais focados na conversação. Não necessariamente os participantes possuem opiniões distintas, mas sim apresentam sua experiência a respeito da temática proposta. Muitas vezes são usados no final de um simpósio. Também há necessidade de um moderador ou coordenador, que controle tempos e faça intervenções.

20. Mostra: Evento pequeno e circulante; visa somente divulgar. É a única forma de expor que circula.

21. Mesa redonda: Nesses eventos são convidados colegas a um debate, geralmente que possuam opiniões distintas sobre um mesmo tema. Geralmente há um moderador, que se encarrega de iniciar o diálogo, conceder a palavra e controlar tempos. Ao fim do debate, é aberta sessão de perguntas ao público.


Dicas para realização de Cursos e Eventos

- O Planejamento é fundamental, quando se pretende realizar um evento/curso. O primeiro passo que se deve tomar para realizar um curso ou evento é institucionaliza-lo junto à Pró Reitoria para que o mesmo tenha validade institucional;

- Verifique datas e horários possíveis para a realização do evento, considerando outros eventos regionais previamente agendados, destinados a um público comum.

- Organize a equipe de trabalho, delegando funções a cada integrante. Centralizar as ações pode ser prejudicial.

- A definição do local é muito importante, pois espaço inadequado pode gerar constrangimentos. Ao escolher o local, deve ser feita uma análise criteriosa, considerando o público esperado, o espaço físico disponível e, também a facilidade de acesso.

- A captação de recursos é imprescindível, pois facilita a execução do evento, permitindo também, que as taxas de inscrição se tornem mais acessíveis ao público. A busca por patrocínio e apoio, requer um amplo envolvimento da Comissão Organizadora.

- Definido o cronograma de execução, é importante priorizar sua divulgação, pois esta vai definir o sucesso, ou não, do evento.

- Em caso de divulgação através de mídia rádio-televisiva busque alternativas de horários de veiculação gratuitos;

- Divulgue o evento no site da Instituição, faça cartazes, folders, envie emails e não se esqueça da divulgação chamada popularmente de “boca-a-boca”;

- Nunca se esqueça que a Instituição e/ou Empresa que investe em um evento precisa ter seu nome inserido nos mais diversos meios em que o evento for divulgado.

- Para eventos que envolvam explanações sobre temas específicos, procure convidar pessoas com formação adequada e, atuação na área a ser trabalhada no evento. O perfil do palestrante deve ser adequado aos objetivos do evento.

- É importante que todos os envolvidos no evento estejam informados da dinâmica. Não existe coisa pior do que um participante perguntar algo no evento e ter como resposta: Não sei!

- Defina claramente, quais os resultados esperados, antes de organizar seu evento. Se o objetivo for discutir uma temática com aprofundamento, dê preferência a um curso, treinamento ou workshop.

- Depois de planejar a agenda do evento, reduza o tempo de todas as ações, pois dificilmente se conseguirá fazer um intervalo de 15 minutos durar exatamente isso.

- Se precisar compor uma mesa de autoridades, esta nunca deverá ficar muito perto do limite do palco e nem próxima demais da tela de fundo.

- Fique atento a emergências e imprevistos e tenha toda cautela para resolvê-los.

- Microfones, equipamentos de som e projetores devem ser instalados e testados com antecedência.

- Em qualquer evento lembre-se sempre dos produtos utilitários e não se esqueça da água e copos descartáveis.

- A programação do evento deve apresentar informações gerais sobre todos os acontecimentos.

- Os certificados são de suma importância para os participantes do evento. Não sendo entregues ao final, dê orientações de como e onde retirá-lo.

- Ao final uma pesquisa de opinião é necessária para saber se o evento foi bem sucedido.

 

WANESSA FERNANDES DAROS DE AQUINO

Supervisora de Cursos e Eventos

Pró-Reitoria de Extensão e Cultura – PROEC/UNEMAT

Fone.: 3221-0052 / Email.: proec@unemat.br


Voltar ao Topo ◥

 

Sobre Eventos e Cursos

 

Acesse Eventos e Cursos em Andamento

 

Sobre Eventos e Cursos

 

Acesse Eventos e Cursos em Andamento

Você esta aqui: Extensão e CulturaEventos e CursosSobre

Rede Social


Copyright 2017 - Universidade do Estado de Mato Grosso
Av. Tancredo Neves, 1095 - Cavalhada II
78200-000 - Cáceres - Mato Grosso
PABX +55 (65) 3221-0000