Mato Grosso, Quarta-Feira, 20 de Setembro de 2017     
Vestibular 2017/2 - Banner 7

Estudos Literários

Docentes (Mapa da página | Voltar)

O PPGEL conta hoje com dezoito (18) docentes credenciados, sendo quinze (15) permanentes (todos da área de Letras), dois (02) colaboradores (também da área de Letras) e um (01) professor visitante com Bolsa PNPG.

 

Distribuídos por linha de pesquisa, temos:

 

Linha: Literatura e vida social em países de língua oficial portuguesa

 

Linha: Literatura, história e memória cultural

 

CREDENCIAMENTO E RECREDENCIAMENTO DOS DOCENTES


Para solicitar o credenciamento no Programa, os portadores do título de Doutor em Letras, necessitam desenvolver atividades de pesquisa no âmbito de uma das linhas de pesquisa e apresentar produção científica anual de pelo menos 02 (duas) produções acadêmicas (artigos, livros, capítulos), em veículos qualificados, nos últimos 03 (três) anos. O credenciamento do docente é válido por 03 (três) anos e o cumprimento das normas explicitadas é avaliada pelo Conselho anualmente.

 

Agnaldo Rodrigues da Silva

Agnaldo Rodrigues da Silva (permanente) - Lattes

Pós-doutorado pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS), mestrado e doutorado em Letras (Est.Comp. de Liter. de Língua Portuguesa) pela Universidade de São Paulo, Professor efetivo adjunto, Pró-Reitor de Ensino de Graduação (gestão 2006-2010) e Diretor do Centro de Pesquisa e Museu de Arqueologia, Etnografia, Paleontologia e Espeleologia na Universidade do Estado de Mato Grosso (cargo atual). Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura e teatro e afirma-se cada vez mais como crítico literário e escritor de ficção (contos). Tem diversas obras publicadas, bem como participações em antologias publicadas por editoras mato-grossenses e de outros estados brasileiros, além de publicações em outros países. Docente do Programa de Pós-Graduação/ Mestrado Acadêmico em Estudos Literários da UNEMAT/CAPES. Atualmente dedica-se às pesquisas relacionadas aos estudos comparados e ao teatro de língua oficial portuguesa.


Aroldo José Abreu Pinto

Aroldo José Abreu Pinto (permanente) Lattes

Doutor em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho/UNESP (2004). Pós-Doutor pela Universidade de São Paulo/USP (2012). Coordenador do Programa de Pós-Graduação (Mestrado e Doutorado) em Estudos Literários da UNEMAT - Campus de Tangará da Serra. Professor do Departamento de Letras da UNEMAT Campus de Alto Araguaia. Coordenador do Projeto de Pesquisa "Organização e disponibilização do acervo de Ricardo Ramos: terceira etapa - a literatura juvenil do autor". Pesquisador da UNESP-Assis (Grupo Acadêmico Leitura e Literatura na Escola: Núcleo Regional de Pesquisa). Possui vários livros publicados e/ou organizados, além de diversos artigos publicados em livros e periódicos. Atua na área de Letras e Comunicação, com ênfase em Literatura Brasileira. Responsável pelo acervo do escritor Ricardo Ramos. Os termos mais frequentes na contextualização de sua produção científica são: crônica, conto, leitura, literatura infanto-juvenil, Ricardo Ramos, linguagens e significação.


Benjamin Abdala Junior

Benjamin Abdala Junior (permanente) Lattes

Professor titular da FFLCH da Universidade de São Paulo. Pesquisador 1 A do CNPq, foi adjunto de representante e coordenador da área de Letras e Linguística da CAPES; ex-representante das áreas de Humanas no Conselho Técnico-Científico dessa agência do MEC. Ex-presidente da Associação Brasileira de Literatura Comparada, foi por duas gestões representante dessa área do conhecimento no CNPq. Membro do Conselho Editorial de várias revistas científicas, foi diretor ou coordenador de séries ou coleções editoriais, entre elas, a Princípios e Fundamentos (Editora Ática), Literatura Comentada (Editora Abril), Ponto Futuro e Livre Pensar (Editora SENAC-SP). Suas pesquisas, desde o Mestrado, na Universidade de São Paulo, situam-se no campo da Literatura Comparada, atuando no âmbito das literaturas de língua portuguesa. Foi um dos introdutores dos estudos das Literaturas Africanas no país. É o primeiro presidente da AFROLIC - Associação Internacional de Estudos Literários e Culturais Africanos. Publicou cerca de quarenta títulos de livros (livros de autoria individual, organização de coletâneas críticas e antologias), entre eles A escrita neo-realista (1981); História social da literatura portuguesa (1984); Tempos da Literatura Brasileira (1985); Literatura, história e política (1989); Fronteiras múltiplas, identidades plurais: um ensaio sobre mestiçagem e hibridismo cultural (2002); De vôos e ilhas: literatura e comunitarismos (2003); Literaturas de língua portuguesa: marcos e marcas - Portugal (2007); Literatura comparada e relações comunitárias, hoje (2012). Entre as coletâneas que organizou ou co-organizou, podem ser mencionadas Ecos do Brasil: Eça de Queirós, leituras brasileiras e portuguesas (2000); Personae: grandes personagens da literatura brasileira (2001); Incertas relações: Brasil e Portugal no século XX (2003); Margens da cultura: mestiçagem, hibridismo & outras misturas (2004); Portos flutuantes: trânsitos ibero-afro-americanos (2004); Moderno de nascença: figurações críticas do Brasil (2006); Estudos comparados: teoria, crítica e metodologia (2014); e Literatura e memória política (2014).


Dante Gatto

Dante Gatto (permanente) Lattes

Possui graduação em Letras pela Universidade do Oeste Paulista, UNOESTE (1994), mestrado em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, UNESP, Assis (1999), doutorado em Letras (2004) pela mesma Universidade e pós-doutorado pela USP (2010). Atualmente é professor adjunto da Universidade do Estado de Mato Grosso, UNEMAT, campus de Tangará da Serra. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura Brasileira e tragédia na modernidade e contemporaneidade. Atuou, até 2004, com aspectos da tragédia (Nietzsche) na ficção de Mário de Andrade, voltando-se posteriormente à literatura brasileira mato-grossense e reflexões em torno das perspectivas para o estudo da literatura na pós-modernidade e a questão do cânone literário. Pertenceu ao grupo de pesquisa ESTUDOS DE LITERATURA: PERIFERIA E CÂNONE de 2006 até 2011, quando priorizou os estudos do trágico na modernidade e contemporaneidade e criou o grupo de pesquisa TRANCO - o trágico na contemporaneidade. O grupo mantém publicação semanal no periódico de notícias Tribuna de Tangará (2357.7541).


Eliane Aparecida Galvão Ribeiro Ferreira

Eliane Aparecida Galvão Ribeiro Ferreira (permanente) - Lattes

Graduada em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho ? UNESP (1988), mestrada, com linha de pesquisa em Literatura e Ensino, e doutorada, com linha de pesquisa em Literatura e Vida Social, ambos na área de Literaturas de Língua Portuguesa, pela UNESP, câmpus de Assis-São Paulo. Experiência nas áreas de Literatura, Leitura e Ensino, com ênfase em Formação do Leitor. Temas de pesquisa mais recorrentes: leitura, literatura infantil e juvenil, e formação de leitores. Professora assistente doutora na graduação da Faculdade de Ciências e Letras ? FCL da UNESP e no Programa de Mestrado Profissional em Letras (Profletras), câmpus de Assis. Membro dos Grupos de Pesquisa Leitura e Literatura na Escola (UNESP - Assis - SP) e Discursos sobre Trabalho, Tecnologia e Identidades (UTFPR-Curitiba-PR). E Membro do Grupo de Trabalho ?Leitura e Literatura Infantil e Juvenil?, junto a ANPOLL. Contato: eliane@assis.unesp.br.


Elisabeth Batista

Elisabeth Batista (permanente) Lattes

Elisabeth Battista é docente Adjunto-Doutor, atua no Curso de Licenciatura Plena em Letras, Campus Universitário de Cáceres e no Programa de Pós-graduação em Estudos Literários ? PPGEL. Eleita para a função de Diretora da Faculdade de Educação e Linguagem - FACEL, Campus de Cáceres, da Universidade do Estado de Mato Grosso ? UNEMAT. Área: Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa; Integra Equipe do Programa Novos Talentos ? CAPES/UNEMAT ? Subprojeto: LINGUAGEM E TECNOLOGIA ? RESSIGNIFICANDO A RELAÇÃO UNIVERSIDADE/ESCOLA; Fundadora do Centro de Pesquisa em Literatura ? CEPLIT/UNEMAT (2007-2010); Diretora da UNEMAT Editora (2011); Editora da Revista ATHENA - periódico de alunos de Pós-graduação (atual); Editora da Revista de Estudos Acadêmicos do Curso de Letras (2002); Membro do Conselho Universitário ? CONSUNI/UNEMAT; Coordenadora da Pesquisa em Grupo: Maria de Arruda Müller e Dunga Rodrigues: Agentes culturais pioneiras em Mato Grosso (2013-2016); integrante do Projeto de Pesquisa e extensão: Estrutura de Apresentação de Trabalhos Científicos na UNEMAT (2012-2013);Organização do periódico Revista Ciência e Estudos Acadêmicos de Medicina da UNEMAT; Coordenadora do Projeto de Extensão Revista Ciência e Estudos Acadêmicos de Medicina da UNEMAT; Formação: Licenciatura Plena em Letras - Português/Inglês (UNEMAT), Mestrado ( FFLCH-USP - 2002) e Doutorado (FFLCH-USP - 2007), com a Tese: Entre Literatura e Imprensa: Percursos de Maria Archer no Brasil; Pós-Doutorado na Universidade de Lisboa (2011-2012), com Organização do Acervo Literário de Maria Archer, no Centro de Estudos Comparatistas, da Faculdade de Letras, da Universidade de Lisboa. Síntese da produção: 2 livros organizados; 21 capítulos de livros, 11 artigos publicados em periódicos; Orientações concluídas: 6 dissertações de Mestrado, 7 Pós-graduação lato sensu em Estudos Literários; 33 de Iniciação científica; Em andamento: 3 de mestrado e 9 de Iniciação científica.


Elza Assumpção Miné

Elza Assumpção Miné (permanente) Lattes

Elza Miné possui graduação em Letras Neolatinas pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (1957), Doutorado em Letras (Literatura Portuguesa) pela Universidade de São Paulo (1970), Pós Doutorado no King's Colege da Universidade de Londres (1973), Livre Docência pela Universidade de São Paulo (1991). Atualmente é professora visitante do Programa de Pós Graduação em Estudos Literários na Universidade de Mato Grosso, e professora colaboradora (aposentada) da Área de Pós Graduação Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa na Universidade de São Paulo. É pesquisadora Sênior do CNPq, tem trabalhos no campo da Crítica Textual (autores modernos) e, na Área de Letras, atua principalmente nos seguintes temas: Eça de Queirós, Geração de 70, Jornalismo e Literatura, Relações Literárias Brasil-Portugal na segunda metade do século XIX. Orientação de Doutorado e Supervisão de Pós-doutorado.


Helvio Gomes Moraes Junior

Helvio Gomes Moraes Junior (permanente) Lattes

Possui Mestrado (2005) e Doutorado (2010) em Teoria e História Literária pela Universidade Estadual de Campinas - UNICAMP. Realizou estágio de doutorado na Universidade de Bologna. Atualmente é Professor Adjunto da Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT, credenciado (docente permanente) no Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários - PPGEL, com sede em Tangará da Serra. De fevereiro de 2015 a fevereiro de 2016, é visiting professor junto ao Dipartimento di Scienze Politiche e Sociali da Università degli Studi di Firenze, Itália. Desenvolve estudos relacionados com os seguintes temas: utopia literária; literaturas de línguas inglesa e italiana dos séculos XVI e XVII; literatura pré-modernista e modernista inglesa e brasileira. É membro do U-Topos - Centro de Pesquisa sobre Utopia (IEL/Unicamp). É co-editor da revista Morus - Utopia e Renascimento. Participa do Projeto de Pesquisa Homo urbanus: relações entre o homem e a cidade em narrativas do século XX e início do XXI (IL/Unemat). Publicou o livro A Cidade Feliz (Ed. da Unicamp, 2011), que compreende o estudo e a tradução comentada da utopia de Francesco Patrizi da Cherso.


José Nicolau Gregorin Filho

José Nicolau Gregorin Filho (permanente) Lattes

Possui graduação em Português e Inglês pela Faculdade de Filosofia Ciências e Letras Barão de Mauá (1987), Mestrado em Linguística e Língua Portuguesa pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1996) e Doutorado em Linguística e Língua Portuguesa pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2002). Na Universidade de São Paulo, é Docente da Área de Literatura Infantil e Juvenil do Departamento de Letras Clássicas e Vernáculas e Docente Permanente do Programa de Pós-Graduação em Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa; é Assessor Técnico de Gabinete da Pró-Reitoria de Cultura e Extensão Universitária . Atua como docente colaborador do Programa de Pós-graduação em Estudos Literários da Universidade do Estado do Mato Grosso (UNEMAT). Foi docente e orientador do Programa de Mestrado Profissional em Letras (PROFLETRAS) em Rede Nacional . Sua pesquisa encontra-se na Grande Área de Linguística, Letras e Artes e concentra-se no ensino e na pesquisa de Leitura, Literatura Infantil e Juvenil, Estudos Comparados de Literatura, Cultura e Sociedade. É membro permanente do Grupo de Trabalho Leitura e Literatura Infantil e Juvenil da ANPOLL.


Lilian Reichert Coelho

Lilian Reichert Coelho (Colaborador) Lattes

Sou graduada em Comunicação Social/Jornalismo pela Universidade Estadual de Londrina (1998), mestre em Estudos Literários pela UNESP-Araraquara (2000) e doutora em Letras (Literatura Contemporânea) pela Universidade Federal da Bahia (2009). Atuo como docente no Instituto de Humanidades, Artes e Ciências da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB), Campus Paulo Freire. Sou professora e orientadora no Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários da Universidade do Estado do Mato Grosso (UNEMAT), integrante do Projeto Cerrados: memória da terra, fronteiras, saberes. Criei e liderei o Grupo de Pesquisa e Extensão sobre Comunicação, Discurso e Gênero (HIBISCUS), da Universidade Federal de Rondônia, do qual sou membro. Coordeno projeto de Pesquisa financiado pelo CNPq e pelo INCRA, intitulado Gênero, Comunicaçao e Juventude Rural no Território da Cidadania Cone Sul de Rondônia: propostas para/com as mulheres jovens assentadas da zona rural de Corumbiara. Também coordeno o Projeto de Pesquisa financiado pelo CNPq Narrativas de não-ficção sobre/com mulheres campesinas do Extremo Sul da Bahia: territorialidades, subjetividades e discursos. Sou membro do Grupo de Pesquisa em Poética Brasileira Contemporânea (Letras/UNIR).


Madalena Aparecida Machado

Madalena Aparecida Machado (permanente) Lattes

Possui Graduação em Letras pela Universidade do Estado de Mato Grosso (1996), Mestrado em Estudos Literários pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (2001), Doutorado em Teoria Literária pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2008), Pós-Doutorado em Literatura Brasileira pela Sorbonne - França (2009). Professora Adjunta e Pesquisadora na Universidade do Estado de Mato Grosso, é credenciada no Programa de Pós-graduação em Estudos Literários - UNEMAT/PPGEL-CAPES. Coordenadora do Núcleo de Pesquisa em Literatura "Manoel de Barros"; Líder do Grupo de Pesquisa Literaturas na interface entre o clássico e o contemporâneo, cadastrado no CNPq desde 2008. Tem experiência na área de Letras, ênfase em Literatura principalmente nos seguintes temas: Literatura, Homem, Narrativa, Literatura e Filosofia, Pós-modernidade.


Olga Maria Castrillon Mendes

Olga Maria Castrillon Mendes (permanente) Lattes

Possui Graduação em Letras pela Universidade Federal de Mato Grosso (1978), Especializações em Língua e Literatura - Universidade Federal de Mato Grosso (1981) e Literatura Infanto-Juvenil - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais (PREPES/PUC/1994), Mestrado em Linguística - UNICAMP (2000), Doutorado em Teoria e História Literária - UNICAMP (2007) e Pós-Doutorado em Literaturas Comparadas de Língua Portuguesa (FFLCH/USP, 2013). Atualmente é professora Adjunta do Departamento de Letras da Universidade do Estado de Mato Grosso - UNEMAT/Campus de Cáceres; do Programa de Pós-graduação em Estudos Literários, Campus de Tangará da Serra - MT, UNEMAT/PPGEL) e do Mestrado Profissional em Linguagem (PROFLETRAS/UNEMAT). Coordenadora Geral do Projeto de Extensão "Novos Talentos: ressignificando a relação Universidade/Escola" (CAPES/Unemat) e do Projeto de Pesquisa "Espaço das representações simbólicas de/em Mato Grosso: estudos de sua cultura e literatura" (FAPEMAT). Tem experiência na área de Letras, atuando principalmente nos seguintes temas: Literatura e História; Narrativas de viagem; Romantismo; Modernismo; Teoria, História Literárias, Estudos de Literatura Brasileira produzida em Mato Grosso; Literatura e ensino. É Sócia Efetiva do Instituto Histórico e Geográfico de Cáceres/IHGC e da Academia Mato-Grossense de Letras/AML; Líder do Grupo de Pesquisa "Questões históricas e compreensão da literatura brasileira" (CNPq/2002). Integra os Grupos: RG Dicke de Estudos em Cultura e Literatura de Mato Grosso (UFMT/CNPq) e o Núcleo de Estudos Literários 'Clã do Jabuti' - NEL/ CEPLIT/UNEMAT. Autora de "Taunay viajante: construção imagética de Mato Grosso" (2013). (UFMT/UNEMAT, 2013).


Rita de Cássia Natal Chaves

Rita de Cássia Natal Chaves (permanente) Lattes

Professora Associada de Literaturas Africanas de Língua Portuguesa, da Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas, da USP. Possui graduação em Letras pela Universidade Federal Fluminense (1978), mestrado em Letras pela Universidade Federal Fluminense (1984) e doutorado em Letras (Letras Clássicas) pela Universidade de São Paulo (1993), com dois estágios de Pós-doutorado na Universidade Eduardo Mondlane, de Moçambique. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Outras Literaturas Vernáculas. Atua principalmente nos seguintes temas: Literatura Angolana, Literatura Moçambicana, África, Angola, Literatura e Antropologia.


Rodrigo Ordine Graça

Rodrigo Ordine Graça (Colaborador - Bolsista PNPD) - Lattes

Possui Graduação em Letras pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ-2002) e Mestrado em Letras (Estudos de Literatura) pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio-2005), quando pesquisou intersecções literárias entre Brasil e África, tendo como pano de fundo teorias da pós-colonialidade e processos de construção de identidades. No ano de 2004, frequentou a Brown University (Providence, RI - EUA) como Visiting Researcher Scholar, onde desenvolveu pesquisas ligadas à sua dissertação de Mestrado. Obteve Doutorado em Letras (Estudos de Literatura) pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio-2012), propondo uma reflexão inter-relacional entre literatura, estudos da memória, estudos culturais e construtivismo social. Desde 2012, como professor adjunto da UNILAB (Universidade da Integração Internacional da Lusofonia Afro-Brasileira), desenvolve pesquisas nas áreas de estudos de literatura (com ênfase em literaturas africanas e da diáspora), estudos culturais, construtivismo social e teorias da memória e autobiografia. Desenvolve, desde agosto de 2016, o estágio pós-doutoral na UNEMAT, com projeto relacionado à autoficção.


Sylvia Helena Telarolli de Almeida Leite

Sylvia Helena Telarolli de Almeida Leite (Colaborador) Lattes

Possui graduação em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1979), mestrado em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1985) e doutorado em Letras Literatura Brasileira pela Universidade de São Paulo (1992). Atualmente é Livre-Docente da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Literatura Brasileira, atuando principalmente nos seguintes temas: literatura brasileira, riso, sátira, literatura contemporânea e pré-modernismo.


Tamer Thabet

Tamer Thabet (Colaborador) Lattes

Possui graduação em literatura Inglês na Al-Azhar University (1999), mestrado em American Studies na University of Antwerp (2006) e doutorado em Literature Studies na University of Antwerp (2011). Pós doutorado em Estudos Literários em andamento na UNEMAT - Universidade do Estado do Mato Grosso. Especializado em teoria da literatura, atuando principalmente nos seguintes temas: Jogos de vídeo e ficção interativa, narratologia, e design. Professor pesquisador na Brock University - Canada de 2008 a 2013. Professor visitante na UEL - Universidade Estadual de Londrina durante o ano de 2013.


Tânia Celestino de Macedo

Tânia Celestino de Macedo (permanente) Lattes

Tania Celestino de Macedo concluiu o doutorado em Letras pela Universidade de São Paulo em 1990. Aposentou-se pela UNESP-Campus de Assis. Atualmente é PROFESSORA TITULAR pela Universidade de São Paulo onde leciona Literaturas Africanas de Língua Portuguesa. É Vice-Diretora do Centro de Estudos Africanos da USP e Secretária-Geral do Instituto Casa das Áfricas. Publicou 13 artigos em periódicos especializados e 24 trabalhos em Anais de eventos. Possui 15 capítulos de livros e 7 livros publicados. Possui 57 itens de produção técnica. Participou de 14 eventos no exterior e 52 no Brasil. Orientou 23 dissertações de mestrado e co-orientou 1, orientou 8 teses de doutorado, 01 Estágio de Pos-Doutoramento, além de ter orientado 10 trabalhos de Iniciação científica na área de Letras. Atualmente coordena 02 projetos de pesquisa. Atua na área de Letras, com ênfase em Estudos Comparados de Literaturas de Línguas Portuguesa. Em suas atividades profissionais interagiu com 44 colaboradores em co-autorias de trabalhos científicos. Em seu currículo Lattes os termos mais freqüentes na contextualização da produção científica, tecnológica e artístico-cultural são: Literatura angolana, Literatura brasileira, Literatura comparada, Estudos comparados de literaturas língua portuguesa, Literaturas de língua portuguesa, Literaturas africanas de língua portuguesa, João Antônio, Luandino Vieira, Literatura portuguesa e Pepetela. Pesquisas atuais: "Angola no novo milênio: os desafios da paz".


Tieko Yamaguchi Miyazaki

Tieko Yamaguchi Miyazaki (permanente) Lattes

Possui graduação em Letras Neolatinas pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1963), mestrado em Letras (Língua Espanhola e Lit. Espanhola e Hispano-Americ.) pela Universidade de São Paulo (1967) e doutorado (1970), livre-docente (1998) em Letras pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho. Atualmente é docente no Programa de Pós-Graduação em Estudos Literários, da Universidade do Estado de Mato Grosso (UNEMAT), câmpus de Tangará da Serra. Faz parte da equipe editorial da Revista Alere. Tem livros, ensaios e artigos sobre literatura brasileira e hispano-americana.


Vera Lúcia da Rocha Maquêa

Vera Lúcia da Rocha Maquêa (permanente) Lattes

Possui Graduação em Língua Portuguesa e Inglesa e respectivas Literaturas pela Universidade do Estado de Mato Grosso (1992), Especialização em Literatura Brasileira pela Universidade Católica de Minas Gerais - PUC/MG (1996); Mestrado em Letras (Literatura Brasileira) pela Universidade Federal do Paraná (1999) e Doutorado em Letras (Estudos Comparados de Literaturas de Língua Portuguesa) pela Universidade de São Paulo (2007). Realizou estágio de doutorado na Universidade de Lisboa (2006). Realizou Estágio de Pós-doutorado na Université Sorbonne-Nouvelle - Paris 3 (2010-2011). Atualmente é professora Adjunta da Universidade do Estado de Mato Grosso, atuando principalmente nos seguintes temas: Literatura Comparada, Literaturas Africanas, Literatura, Memória e Política. Coordena o Projeto de pesquisa "A condição provisória do presente: questões de literatura e política". É integrante do Centro de Pesquisas em Literatura - CEPLIT- UNEMAT e do Programa de Pós-graduação em Estudos Literários da UNEMAT - PPGEL (Mestrado e Doutorado).


Walnice Aparecida Matos Vilalva

Walnice Aparecida Matos Vilalva (permanente) Lattes

Doutora em Teoria e História Literária pela UNICAMP (2004) com Pós-doutorado pela Universidade de São Paulo. É professora adjunta da Universidade do Estado de Mato Grosso, coordenadora do Programa de Pós-graduação em Estudos Literários-PPGEL, gestão 2010-2012. Atua na linha de pesquisa "Literatura, História e Memória Cultural'. É coordenadora do Núcleo Wlademir Dias-Pino e editora da Revista Alere- Revista do Programa de pós-graduação em Estudos Literários.Tem experiência na área de Letras, com ênfase em Teoria Literária, atuando principalmente nos seguintes temas: literatura brasileira, romance, memória e identidades literárias.


Voltar ao Topo ◥

Você esta aqui: Estudos LiteráriosDocentes

Rede Social


Copyright 2017 - Universidade do Estado de Mato Grosso
Av. Tancredo Neves, 1095 - Cavalhada II
78200-000 - Cáceres - Mato Grosso
PABX +55 (65) 3221-0000