Mato Grosso, Sexta-Feira, 14 de Dezembro de 2018     
Professor da Unemat participa de Exercício Militar Multinacional da Força Aérea Brasileira
GEOPOLÍTICA
Professor da Unemat participa de Exercício Militar Multinacional da Força Aérea Brasileira
07/12/2018 19:30:24
por Adilson Ormond

O professor Vinicius Modolo Teixeira, do curso de Geografia da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat) em Sinop, participou como observador convidado da oitava edição do Exercício Multinacional Cruzeiro do Sul (Cruzex 2018), realizado na Base da Força Aérea Brasileira (FAB) em Natal, entre os dias 18 e 30 de novembro. O exercício envolveu 13 países da América do Sul, América do Norte, Ásia e Europa, com o envolvimento de mais de 100 aeronaves.

Nesta edição, Brasil, Canadá, Chile, Estados Unidos, França, Peru e Uruguai participaram com militares e aviões. Já Alemanha, Bolívia, Índia, Portugal, Reino Unido, Suécia e Venezuela participaram com militares nas funções de observadores e tropas especiais.

O Cruzex 2018 teve como objetivo treinar a Força Aérea Brasileira em um cenário de conflito fictício, atuando de maneira cooperativa com as demais forças aéreas envolvidas. Durante as manhãs, foram executadas as chamadas Composite Air Operation (Comao), ou Missões Aéreas Compostas, que consistiam no lançamento de diversas aeronaves de variados tipos, simulando uma operação de guerra aérea massiva, com a decolagem de cerca de 60 aeronaves em um período de 45 minutos.

Estas operações de alta complexidade estão de acordo com o emprego da Força Aérea em um cenário real de conflito moderno, no qual as mais diversas aeronaves operam em conjunto, buscando neutralizar o inimigo. Nesse cenário, o planejamento da missão é extremamente complexo, envolvendo a coordenação de diversas esquadrilhas dos países participantes em um mesmo espaço aéreo.

Já nas tardes foram treinadas as missões de Guerra Irregular, com o uso de menos aeronaves, focadas na neutralização de forças insurgentes, contando com o lançamento de paraquedistas de várias forças especiais do país e de militares estrangeiros. Neste caso, a FAB buscou se capacitar para a atuação em cenários próximos aos encontrados em missões de paz da Organização das Nações Unidas (ONU), na qual se espera que a nossa Força Aérea venha a ser empregada nos próximos anos.

Durante os dias em que foi permitido o acesso à Base da FAB, o professor Vinicius Teixeira atuou como observador junto a membros da imprensa nacional e internacional, podendo compreender a dinâmica do exercício militar. De acordo com o professor, a participação como observador neste que é o maior exercício aéreo multinacional do Hemisfério Sul proporcionou uma ampla visão da atuação da Força Aérea em uma situação de guerra. “A complexidade das operações e sua intensidade só podem ser dimensionadas com uma visão in loco. A experiência obtida na participação deste exercício agrega de maneira positiva e profunda às pesquisas desenvolvidas sobre o emprego do Poder Aéreo, Cooperação em Defesa e Geopolítica”, explica o professor.

Salvar esta página   Imprimir notícia   Enviar notícia por e-mail Visitas: 440 | Impressões: 4
Compartilhar no Facebook

Notícias relacionadas

  • Nenhuma notícia relacionada

Rede Social


Copyright 2018 - Universidade do Estado de Mato Grosso
Av. Tancredo Neves, 1095 - Cavalhada II
78200-000 - Cáceres - Mato Grosso
PABX +55 (65) 3221-0000