Mato Grosso, Domingo, 18 de Novembro de 2018     
Conselheiros do Conepe encerram sessões ordinárias de 2018
UNEMAT
Conselheiros do Conepe encerram sessões ordinárias de 2018
31/10/2018 19:22:00
por Hemilia Maia
Foto por: Deivid Fontes

Nesta quarta-feira (31) foi realizada a 3ª sessão ordinária de 2018 do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (Conepe), no Auditório do Bloco Dr. Leopoldo Ambrósio Filho, no Hospital Regional Dr. Antônio Fontes, em Cáceres. A 3ª sessão ordinária do Conepe foi a última na gestão da reitora Ana Di Renzo, que encerra seu mandato de quatro anos no dia 31 de dezembro. A sessão avançou como de costume com discussões, aprovações e formação de comissões, mas, dessa vez, encontrou espaço para despedidas, agradecimentos e o anúncio feito pelo reitor eleito, Rodrigo Zanin, dos pró-reitores que sucederão os atuais, a partir do dia 1º de janeiro.

Na ocasião foram aprovados os Projetos Pedagógicos das Turmas Fora de Sede em Direito ofertado em Água Boa, e a ser ofertado em Nova Xavantina e Colíder, com a presença do prefeito e da Secretária de Educação e Cultura Nova Xavantina, João Batista Vaz da Silva, conhecido como Cebola, e Cádia Gisela Hochberger Dichl. “Somos parceiros e além de compartilhar esse momento viemos para assumir compromissos. A Unemat tem participação social de sua importância em nosso município”, justificou Cebola.

Durante a sessão os Conselheiros, representantes dos segmentos professores, alunos e técnicos administrativos, também aprovaram o Calendário Acadêmico para o ano letivo de 2019, a criação de Professor Sênior da Unemat, a normatização dos Grupos de Pesquisa, a implantação e gestão do Programa de Coleções Científicas e o regulamento do Estágio Curricular dos Cursos de Bacharelado em Enfermagem.

O câmpus de Diamantino teve a institucionalização do Centro de Estudos e Pesquisa Acadêmica Izabella Cazado (Cepa) aprovado, assim como o Núcleo de Gestão da Facisa/Unemat, em Sinop. Ainda foram aprovadas as propostas de implantação do Núcleo de Estudos e Práticas Agroecológicas (Nepa), em Nova Xavantina e do Centro Interdisciplinar de Pesquisas em Esporte e Exercício Físico, em Cáceres.

A recomposição das câmaras setoriais de Ensino, de Extensão e Cultura, de Pesquisa e Pós-graduação, e de Política Estudantil do Conepe foi efetivada e a minuta de resolução que estabelece e normatiza a realização de Programas e Projetos de Extensão da Unemat foi encaminhada para a comissão temporária, instituída durante a sessão, para os ajustes necessários a sua reapresentação na próxima sessão em 2019.

Participaram, além da reitora, o vice-reitor Ariel Lopes, e os pró-reitores de Gestão Financeira, Alexandre Porto, de Planejamento e Tecnologia da Informação, Francisco Lledo, de Administração, Gustavo Bizinoto, de Assuntos Estudantis, Celso Fanaia, de Extensão e Cultura, Anderson Amaral, de Pesquisa e Pós-graduação, Rodrigo Zanin e o diretor Geral da Fundação de Apoio ao Ensino Superior Público Estadual (Faespe), Valter Gustavo Danzer.   

Durante a sessão alguns pró-reitores e o diretor da Faespe fizeram os últimos informes de suas pastas.

Gustavo Bizinoto, pró-reitor de Administração, falou sobre a implantação da normativa de regulamentação do trabalho docente, Resolução da RTD 007/2016, informou que ainda este ano todos os professores serão cadastrados no ponto biométrico e o início dos registros, em caráter de teste, será iniciado no próximo semestre. O sistema de ponto próprio foi desenvolvido para atender a realidade e as especificidades da Unemat.  O pró-reitor também apresentou o sistema do seletivo online para professores e adiantou que os próximos editais serão disponibilizados neste formato. Bizinoto também citou a licitaçãopara estender o seguro de vida ofertado aos estudantes para os servidores da Unemat, ainda em 2018.

“A RDT, o ponto biométrico, o seletivo online e o lotacionograma online promoverão celeridade e assertividade a uma gama de trâmites e processos institucionais”, reforçou a reitora Ana Di Renzo.

O pró-reitor de Extensão e Cultura, Anderson Amaral, lembrou que a Universidade deve ter compromisso com a sociedade e enumerou um rol de ações desenvolvidas pela pró-reitoria. Entre os feitos está a adesão ao Pacto Universitário pela Promoção do Respeito à Diversidade, da Cultura da Paz e dos Direitos Humanos, uma iniciativa conjunta do Ministério da Educação e do Ministério da Justiça e Cidadania para a promoção da educação em direitos humanos no Ensino Superior. “A partir do pacto nos comprometemos com a proposta de incorporar os direitos humanos como temáticas transversais, permear políticas pedagógicas e trazer práticas de justiça restaurativa para os cursos de Direito da Unemat”, pontuou Anderson. A elaboração do edital para prestação de serviços pela Unemat, que só a partir da regulamentação, passa a atender diversas demandas da sociedade também foi elencada. 

Na Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-graduação, Rodrigo Zanin apontou a revisão dos sistemas acadêmicos, a submissão de três programas de doutorado e sete de mestrado, a realização de seminários para a aproximação de pesquisadores e a realização da Jornada Científica, em Cuiabá, com propósito de ampliar a visibilidade dos trabalhos desenvolvidos pela Unemat, entre outras conquistas da pasta.

Celso Fanaia, pró-reitor de Assuntos Estudantis, lamentou o fim do Pnaest, programa que financiou a aquisição de vários instrumentos para a Unemat, entre eles ônibus escolares, periódicos, bebedouros, data shows e que também custeou a realização da Jornada Científica em Cuiabá. Em contraponto a Prae deixa o projeto do Programa Estadual de Apoio ao Ensino Superior (Peaes) para apreciação da reitoria e envio à Assembleia Legislativa, nos mesmos moldes do Pnaest. O Peaes foi construído em conjunto com o DCE. Mas, Fanaia também comemorou, a conquista dos auxílios como uma “grande ideia de combate à evasão e abandono” e o considerável aumento do valor do seguro acadêmico que “quase dobrou”, citou o pró-reitor que tem como proposição à próxima gestão a Bolsa Permanência que será voltada aos acadêmicos que ingressarão após o exame de seleção de bolsas e aqueles que no meio do curso forem acometidos por vulnerabilidades. 

Danzer, diretor da Faespe, que completou em agosto, um ano a frente da Fundação disse que vem cumprindo metas de gestão. Entre elas citou as parcerias que vem sendo firmadas para auxiliar os projetos de pesquisa e extensão da Unemat, a regularização documental e a arrecadação das inscrições do vestibular pela Fundação. “Só com essa ação deixa de sair do orçamento da Unemat cerca 1,2 milhão”, explicou Danzer.

 

 

Salvar esta página   Imprimir notícia   Enviar notícia por e-mail Visitas: 338 | Impressões: 11
Compartilhar no Facebook

Notícias relacionadas

  • Nenhuma notícia relacionada

Rede Social


Copyright 2018 - Universidade do Estado de Mato Grosso
Av. Tancredo Neves, 1095 - Cavalhada II
78200-000 - Cáceres - Mato Grosso
PABX +55 (65) 3221-0000