Mato Grosso, Domingo, 21 de Janeiro de 2018     
Comissão de Ética no Uso de Animais da Unemat completa três anos
UNEMAT
Comissão de Ética no Uso de Animais da Unemat completa três anos
27/12/2017 12:20:22
por Hemilia Maia
Foto por: Deivid Fontes

O presidente da Comissão de Ética no Uso de Animais da Universidade do Estado de Mato Grosso (Ceua/Unemat), professor do curso de Zootecnia, Luiz Juliano Valério Geron, faz um balanço da comissão que acaba de completar três anos. Criada em novembro de 2014, por força de lei, é órgão colegiado, interdisciplinar, com funções consultivas e deliberativas de natureza técnica-científica, sobre as práticas e pesquisas com animais. A Comissão é vinculada à Pró-reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG) e submete-se ao Conselho Nacional de Controle de Experimentação Animal (Concea) no Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

"Eu diria que em 2015 nosso desafio foi construir as normatizações, o regimento e a consolidação da existência da Comissão. Já 2016 foi um ano-teste: um ano para capacitarmos e treinarmos a comissão, desde o entendimento dos projetos de aula e pesquisa à execução de tarefas sem a ajuda de uma plataforma digital. Em 2017 foi o momento de divulgação, para difundir e fomentar que a Ceua está atuando, que tem papel de orientação, de conscientização e de fiscalização, para dar ciência aos professores e pesquisadores que utilizam animais da necessidade e obrigatoriedade da certificação do Ceua. É por meio desta certificação que as atividades são reconhecidas pelo Concea, órgão responsável pela fiscalização da utilização de animais na atividade de ensino e pesquisa no País. Também participamos do Segundo Seminário de Pesquisa Itinerante da PRPPG que divulga suas ações nos câmpus da Instituição e realizamos seminários nestas unidades", explicou Geron.

As expectativas para 2018 são de um crescimento exponencial de demanda. "A partir da ciência da existência da Ceua e a elucidação dos procedimentos para submissão das aulas práticas e dos projetos de pesquisa acredito que seremos bastante requisitados", comentou o professor. Geron ainda citou que, para publicação de artigos, as revistas internacionais mais conceituadas exigem o protocolo de aceite das Ceuas. "Os professores e pesquisadores têm em nós aliados para o desenvolvimento ético e de repercussão de seus trabalhos", concluiu o presidente.   

Ações educativas - Os membros do Ceua estão à disposição para agendar ações educativas junto aos cursos das diferentes faculdades que utilizam os animais do filo Chordata em suas aulas práticas e pesquisas, assim como para os cursos de pós-graduação em igual situação. Uma boa oportunidade para introduzir a temática são as aulas inaugurais dos cursos de Agronomia, Ciências Biológicas, Educação Física, Enfermagem, Engenharia Florestal, Medicina e Zootecnia. "É importante que professores da graduação e da pós-graduação criem o hábito e a rotina de encaminhar os projetos de aula e de pesquisa para a Ceua. No portal da Unemat tem os procedimentos de como encaminhar os projetos de pesquisa de doutorandos, mestrandos, graduandos, bolsistas de iniciação Cientifica e os Trabalhos de Conclusão de Curso (TCCs)", lembrou Geron.

Filo Chordata - Existem 32 grupos de animais, dentre eles, o filo Chordata. Os seres humanos fazem parte deste grande grupo juntamente com os outros mamíferos, aves, répteis, anfíbios e peixes. Estes animais são os que possuem organismos com maior complexidade fisiológica.  

Ceuas - As Comissões de Ética no Uso de Animais (Ceuas) dentro das instituições de ensino tem a finalidade de garantir que as aulas práticas e os projetos de pesquisa que envolvam animais sejam executados dentro dos preceitos da ética em pesquisa, obedecendo às recomendações da Lei N.º 11.794, de 2008. 

Entre suas atribuições está o papel educativo de oferecer cursos, palestras, consultas, entre outros para assegurar a atualização continuada dos pesquisadores e promover o debate sobre os aspectos éticos das pesquisas em animais. 

A Ceua/Unemat funciona na Pró-Reitoria de Pesquisa e Pós-Graduação (PRPPG), na Avenida Tancredo Neves, 1095, Cavalhada II, em Cáceres.

Mais informações clicando aqui, pelo email ceua@unemat.br ou telefone: (65) 3221.0043

 

Salvar esta página   Imprimir notícia   Enviar notícia por e-mail Visitas: 110 | Impressões: 3
Compartilhar no Facebook

Notícias relacionadas

  • Nenhuma notícia relacionada

Rede Social


Copyright 2018 - Universidade do Estado de Mato Grosso
Av. Tancredo Neves, 1095 - Cavalhada II
78200-000 - Cáceres - Mato Grosso
PABX +55 (65) 3221-0000